Translate

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Cerveja, Passageiros e Moana em uma mesma história

Vamos começar por uma cervejaria em Maceió, Alagoas, onde eu moro. Se você mora por perto da cidade, ou nela, deve ter ouvido falar dessa história com final feliz. Depois, vamos passar por um filme ruim (sem spoilers, o povo anda doido se não lembro disso antes...) para chegar a uma história que anima dentro de um desenho.

Faz uns dias que em uma cervejaria da cidade puseram uma placa idiota na frente que, com objetivo de ser engraçados, dizia que os homens tomassem cuidado. Se bebessem muito, pensariam como as mulheres. Mulheaqui e aqui).
res fotografaram, filmaram e reclamaram em redes sociais. Outras se dispuseram a voltar lá só para confrontar a gerência. Fizeram isto com dezenas de pessoas e exigiram a retirada da placa (para mais informações, clique

Sem polícia, sem ação judicial, a gerência pediu desculpas, retirou a placa infame e deixou no lugar uma placa escrito "Paz". Vou tomar um chope lá um dia desses por este sinal de bom senso dos dois lados que resolveram sem violência, deixando clara a indignação verbalmente e onde se toca samba mostrando que perdão foi feito para a gente pedir.

Por falar nisso, desculpem, mas vou falar de bobagem agora. O filme Passageiros não vai tão bem de bilheteria quanto o estúdio esperava e tem sido massacrado por críticos. A história é cheia de falhas, o final é tão fraco que no caminho da escada rolante passaram por minha mente três alternativas decentes, mas o pior não é a narrativa. É a mensagem. Um homem engana uma mulher, a usa emocionalmente e sexualmente reduzindo o tempo de vida dela e fazendo com que ela só tenha como razão de existir estar com ele até morrer. Esta é a história de amor mostrada. Se você não viu assim, assistimos a filmes diferentes. Cafajestes não têm mais tanto espaço no cinema. Por mais que pressionem por mais de uma hora para fazer parecer que faz sentido o que o sujeito aprontou, não convence.

Uma prova de que não há mais lugar para cafajestes está em Moana. Falar em princesa da Disney ficou um tanto tolo diante da aventureira polinésia (a Disney vai longe) que para salvar seu povo é auxiliada por um semideus. Não, não há príncipes na sinopse nem no trailer. Isso mesmo. O que Pixar e Dreamworks já fazem em seus desenhos, a Disney realizou. Os homens, se beberem menos e pensarem mais, poderão agir como as mulheres.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...