Translate

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

E esse blog logo fará 10 anos!

Foi o ano de mais longos intervalos escrevendo por aqui, mas não intervalos sem escrever. Blogueiros que escrevem estamos nos tornando em menor número, mas porque muitos escrevem agora para twitter, facebook, roteiros de youtube, enfim, não é uma crise, apesar de haver certo machismo. Duvida? Se um homem se apresenta assim, é identificado como escritor. Se uma mulher se define como blogueira, logo pensam em alguém fitness, que pensa em moda, dieta, beleza... É preciso repensar a blogosfera.

Enquanto esse debate não vem (e assumindo que talvez já esteja atrasado para vir...), é preciso reconhecer que não houve silêncio produzindo conteúdo "onlinemente". Foi um ano de desafios, pequenos riscos profissionais, admitir habilidades e botá-las para funcionar. 

Neste ano, estive com bons amigos na primeira visita a tribunais superiores, o Congresso Nacional, perto do Palácio do Planalto, exposições em Brasília. Precisaremos repetir a experiência em 2017 e já decidimos que repetiremos. Assistimos a um pouco de uma das sessões das 10 Metas contra Corrupção; quando a Câmara sabotou o projeto, sabíamos da visita o quanto o esforço para que fossem sérias foi real. Visitamos um gabinete parlamentar vendo como é a rotina de quem faz leis e recebendo um recado simpático e sincero: enviem propostas, lemos todas. Foi rico e qualquer resumo seria pobre, então falo mais por aí depois sobre isso. Como diria o poeta Didi Mocó, aguarde e confie.



Com os mesmos amigos, vejam só, ando bem acompanhado, foi possível transmitir um seminário de um dia inteiro sobre Ciência, Tecnologia e Inovação e ainda apresentar o evento, o que não fazia desde sempre. 
(Manhã e tarde do seminário)

Foi o 1o Seminário de Ciência, Tecnologia e Inovação do curso de Direito do CESMAC. Com satisfação, passei à organização de atividades que farão de 2017 um ano bem produtivo. Mas, outro vídeo que tive o prazer de editar (o seminário acima não teve edição, exceto pela inclusão de legendas), a homenagem ao prof. José Pereira, que mais uma vez mostrou como a equipe com que trabalho é unida e empenhada em respeitar sua própria história:


O treinamento para projetos bem intencionados de educação em vídeo online mas mal sucedidos rendeu a disposição para esses registros de depoimentos e a sua edição assim como mais estudos sobre tecnologia na educação, o que renderá muitas novidades no próximo ano.

Durante o ano, foi possível lançar duas coletâneas, organizando artigos publicados nos últimos dois anos no jornal O Dia, no Caderno Campus, e ter uma nova sessão de autógrafos do livro resultado do grupo de pesquisa em Educação Jurídica.



É possível adquirir em livrarias de Maceió ou diretamente com os autores.

Além disso, tive o prazer de publicar um artigo na revista Olhares Plurais, da faculdade SEUNE, "Vigiando e punindo instituições de ensino jurídico no Brasil: a regulação por meio do ENADE e do Exame de Ordem". Outros dois terão lançamento pela revista do CESMAC no começo do próximo ano, mas ainda com data de 2016.

No fim do ano letivo, pude falar sobre extensão universitária, em um seminário sobre o tema:



Eliminei projetos que prometiam mas tomavam muito tempo e já deram errado e pude investir em outros de longo prazo mais interessantes. Ano de organização das ideias para pesquisa concluindo Ciências Sociais, nova pesquisa agora internacional sobre Educação Jurídica, mais uma ou duas coletâneas de artigos científicos para sair e mais viagens para trabalhos em eventos. O país vai em recessão e vou produzindo.

Com o aniversário de 10 anos desse blog em 2017, teremos também nova edição de O Movimento dos Movimentos, meu primeiro livro que foi minha pesquisa no Mestrado em Sociologia e que terá sua 2a edição. Mas falo mais disso depois. Por enquanto, é confiar que se não pararmos o país pode até estar recessivo, mas nossas mentes não. Feliz ano novo para todos!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...