Translate

sexta-feira, 27 de março de 2015

O falso debate entre "coxinhas" e "petralhas"


Este vídeo do excelente canal Nerdologia analisa dualidades que se tornam extremas entre as nossas opiniões. Vai bem além do frágil antagonismo entre "coxinhas" (ridícula gíria paulistana promovida a rótulo ideológico) e "petralhas" (ofensa generalizada a quem tiver qualquer vínculo com PT, podendo também ser sinônimo de "esquerdopata").

Da ofensa e da vontade de sair no braço pouca reflexão sobra. Se pegarmos pelo significado das expressões ("coxinha" originalmente para quem for da classe média alta, sempre arrumado e polido nos hábitos) e "petralha" (militantes e dirigentes da esquerda política vinculados ou "vinculáveis" ao PT) ambos podem estar trocando insultos na mesma classe social, com hábitos semelhantes.

Os tolos que dizem que não entendem comunista que tem Iphone não sabem como esse símbolo de consumo não é de luxo no mundo inteiro, mas sim pela alta tributação brasileira. Sem contar que já é possível encontrar recursos melhores na concorrência. Do mesmo modo, quem quiser reclamar da direita falando em bairros tipicamente nobres, tome cuidado com o próprio CEP...

Se a direita liberal pode propor a livre iniciativa como saída, por meio de micro e pequenas empresas, para problemas da nossa economia, com ênfase na liberdade de expressão e na autonomia da vontade para empreender. Se a esquerda petista (que não é toda a esquerda, faz favor) pode se orgulhar do maior programa social do mundo, da retirada de milhões de pessoas da pobreza, então lembremos que o clima de final de campeonato de futebol já está cansando e desgastando uma sociedade ainda imatura para debates políticos duradouros.

Quando na democracia já madura norte-americana alguém se identifica com o partido democrata ou entre os republicanos (por mais que literalmente estas denominações possam andar facilmente juntas na Ciência Política), ideologicamente é imediato entender meia dúzia de ideias que defende. As denominações frágeis e ofensivas não são reconhecidas pelos próprios supostos integrantes, enfraquecendo o debate ainda mais; afinal, se alguém não se situa politicamente mas apenas agride o opositor, pouco resta das próprias ideias. 

Por fim, resta pensar se comer uma coxinha com ketchup não seria metáfora da proximidade de uma aliança...


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...