Translate

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Por que votarei em uma coligação só minha

Nestas eleições, votaremos para Presidente da República, Governador, Senador, Deputado Federal e Deputado Estadual. Infelizmente, as mudanças de partido, as variações ideológicas, tempo de TV etc. fazem com que nós não consigamos às vezes juntar em uma mesma sequência de escolhas candidatos que sejam aliados. Quem sabe alguns deles serão aliados nas próximas eleições...

É difícil. Recentemente, a minha candidata a Presidenta da República, Luciana Genro, esteve em um programa de TV apresentando seu tão interessante programa para uma reforma tributária. Candidata socialista, falava em ideias que alguns diriam só se encaixar em políticas neoliberais, mas não, importam para quem deseja permitir que a economia do país cresça. 

Ela não é aliada dos meus candidatos a deputado. Rodrigo Cunha (https://www.youtube.com/user/RodrigoCunhaAL), com uma grande atuação à frente do PROCON, e Rosinha à frente da ADEFAL, mostraram que podem, respectivamente, como deputado estadual e deputada federal (em segundo mandato) fazer um excelente trabalho para regulamentar normas necessárias pelos nossos direitos difusos. Infelizmente, não estão no mesmo palanque da Luciana, mas dificilmente não diriam o mesmo. Basta tirar o aspecto "socialista" das falas e o desconforto com as injustiças com grupos vulneráveis, a vontade de melhorar os mecanismos de defesa judicial para todos ficam evidentes.

Do mesmo modo, meu candidato a governador, Golbery Lessa, tem apresentado pelo Youtube (https://www.youtube.com/user/PensarAlagoas) vídeos temáticos com seu programa de governo extremamente didáticos. É constrangedor que diante da ignorância que predomina na campanha local talvez a qualidade do seu discurso seja seu maior defeito. Como conhecedor dos problemas do estado, tem propostas relevantes pautadas na geopolítica local de modo realista. Não estaria no mesmo palanque que os nomes que mencionei antes. 

Para o Senado, a candidata é por "W.O." diante da falta de opções na política local, então é melhor ficar sem justificar a escolha. 

A propósito, para aqueles que ainda queiram tentar defender o anacrônico e preguiçoso discurso do voto nulo, assistam por gentileza este inteligente vídeo que explica tudo que precisam saber para que possam parar com isso de uma vez por todas:


Mais do que as coligações, que tanto oscilam com o vento de uma eleição para a outra, guarde outras informações. Anote, se for preciso, os nomes daqueles em quem votou, guarde os arquivos em vídeo, pdf como for do que se comprometeram a fazer (hoje é fácil e produzem em grande quantidade), jogue no Google os nomes dos suplentes dos candidatos a parlamentares e dos vices aos candidatos ao Executivo. Previna-se antes que seja tarde.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...