Translate

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Confira suas fontes, antes de se indignar

Nossa credulidade está em transformação. As mesmas pessoas que reclamam que o Jornal Nacional seria pura manipulação, que políticos e advogados só saberiam mentir ou que Fausto Silva não tem figurinista, acreditam em qualquer informação recebida por email, twitter, facebook e, mais grave, passam adiante em segundos. Normalmente, antes de ler até o fim.

Não sabemos se está viva a criança mas tem letras garrafais LEIA ATÉ O FIM QUE É AMIGO DE UM AMIGO MEU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Mas já encaminharam aquilo tantas centenas de vezes que ninguém mais é amigo de ninguém. Dica: não encaminhe.

Por trás da aparente ingenuidade, há spammers e hackers coletando emails ativos para enviar propaganda não autorizada. Quando você joga todos seus contatos ali e passa adiante, alguém que começou está recolhendo endereços IPs, está recolhendo emails que funcionam e limpando os inativos da mala direta, enfim, ganhando dinheiro enquanto você se indigna.

É algo tão grande que não será difícil encontrar a notícia (em jornais, faz favor) de que cerca de 75% dos emails no mundo são spam, ou seja, propaganda não autorizada. E é notícia boa! Já foi cerca de 90%.

Manipulações de imagens, vídeos fora de contexto também são partilhados sem que busquemos saber do que se tratam, quando foram produzidos, o que está em jogo. Quando um site oficial divulga texto feito apressadamente, milhares de pessoas convertem em ódio aos presos, pois é fácil ter ódio deles. Foi o que aconteceu com um aviso do INSS que virou uma mensagem repetira ad nauseam por redes sociais: 

Vai transar? O governo dá camisinha. Já transou? O governo dá a pílula do dia seguinte. Teve filho? O governo dá o Bolsa Família. RESOLVEU VIRAR BANDIDO E FOI PRESO? O GOVERNO DÁ O AUXÍLIO RECLUSÃO. Todo presidiário com filhos tem direito a uma bolsa de R$862,11 "por filho". Agora experimenta estudar e andar na linha pra ver o que é que te acontece! Se vc é brasileiro e tem vergonha do que acontece, passe adiante !
 Acontece que se tem "passe adiante" no final não deve ser sério. Vejamos mais. O "governo", esta entidade abstrata que não pertence a ente algum da administração pública, não distribui a pílula do dia seguinte, é preciso ter certa (falta de) renda para receber Bolsa Família, tem que ir ao posto de saúde para ter camisinha e, mais importante, criou-se um factoide sobre um benefício. Pensa comigo: se os presos ganhassem todo esse dinheiro, por que a maioria não paga advogado, depende de defensoria pública? É mesquinharia? E por que vivem em condições desagradantes em celas de presídios, é para ser mais realista na lavagem de dinheiro? Acontece que, para isso, é preciso ser contribuinte da Previdência. A maioria dos que estão presos pertencem à economia informal. Logo, não há como receberem o benefício. Pois fóruns jurídicos repetem esse suposto grito de indignados e vira verdade para quem não é da área jurídica. É mais rápido encaminhar do que refletir.

Refletir leva tempo. Significa pegar a informação e processar de acordo com informações anteriores, com a própria bagagem cultural acumulada. Se houvesse paciência de minutos a mais, seria possível a reflexão. Mas os botões "curtir", "encaminhar" "RT" estão fazendo as pontas dos dedos coçar enlouquecidas. 

Ontem, uma subcelebridade do 5o escalão da TV brasileira simulou a própria morte por redes sociais e virou notícia durante todo o dia. A TV brasileira, o Twitter etc. esqueceram dos protestos na Grécia, do sigilo das contas das Olimpíadas, para se concentrar em apurar se o sujeito morreu ou não. É mais barato para redes de TV que dividem patrocinadores entre si e jornalistas com preguiça de apurar o que divulgam. A notícia era realmente muito triste por duas razões: ele continua vivo e deve ganhar programa de TV próprio. Ah, você não viu isso lá? Sou eu que estou dizendo mas o que importa é: passe adiante.


2 comentários:

Tiane Silva disse...

Cade o botão de "curtir"? rsrs

Sérgio Coutinho disse...

Tirei do blog, mas tem meu perfil no Facebook do lado direito e, se quiser, pode divulgar por lá o texto. Abraço.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...