Translate

terça-feira, 18 de maio de 2010

Gentileza em Pernambuco, Lula no Irã e confetes

Quando paramos para pensar nos confetes, a primeira impressão, colorida e alegre, se desfaz e pensamos em bolas de papel presas na roupa e no cabelo bem como o trabalho para limpar o chão. Assim também é com algumas notícias.

Lula mostrou mais uma vez que é ótimo estrategista e péssimo estadista. Basta ler com calma os pontos principais do acordo com o Irã (leia aqui). Os ônus, despesas e responsabilidades pelo urânio do Irã não vão para o Brasil, cujo presidente posou em fotos e recebe aplausos pela vitória diplomática. O que der errado será com a Turquia! Se algo der errado, a economia turca, com o urânio iraniano, que será prejudicada. Se os EUA quiserem bombardear alguém, Lula estará a milhares de quilômetros.Sem compromissos do Irã com observadores internacionais que examinem suas instalações, o acordo pode ser inócuo em pouco tempo e boa sorte para a imagem do Brasil no exterior caso seja encontrada uma bomba atômica no Irã.

Observemos outra condição, também notícia fresquinha. A justiça pernambucana investe na gentileza (leia aqui). As pessoas não olham nos olhos quando falam, não se cumprimentam... então o Tribunal em poucos meses atenderá assim: "Bom dia, senhor, como vai a família, o senhor vai bem? Pois bem, lamento informar que seu processo não foi localizado e não há data prevista para o julgamento. Mas seja feliz, que o importante na vida é ter saúde. Ah, seu processo era contra um plano de saúde? Sinto muito mesmo, senhor. Aceita um cafezinho?". 

Nos dois casos, é preciso deixar de lado em nome da razão o que a emoção confunde. Quando passa a festa, é preciso ver além dos confetes.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...