Translate

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Marjane Satrapi contra Ahmadinejad

Faz quanto tempo que não temos artistas em evidência (não confundir com "celebridades") com posições políticas claras? Não que seja obrigação, mas Brad Pitt, por exemplo, já disse em algumas entrevistas que não tem formação para emitir opiniões, mas investiu com Angelina Jolie 1 milhão de dólares em benefício de refugiados do Afeganistão. É uma posição política clara.

Talvez seja efeito da dependência da arte brasileira de patrocínios públicos, seja diretamente seja por meio de empresas públicas e autarquias. Espero estar errado.

Volto ao assunto aqui para poder trazer a notícia abaixo, do Universo HQ, sobre artistas iranianos contra a fraude nas eleições presidenciais do seu país.

Marjane Satrapi (autora de Persépolis - foto ao lado) e o cineasta Mohsen Makhmalbaf - um dos porta-vozes do candidato da oposição Mir Hossein Mousavi - fizeram um pronunciamento diante do parlamento europeu, no último dia 16 de junho, protestando contra o resultado das eleições iranianas realizadas quatro dias antes.

Segundo um documento de Satrapi e Makhmalbaf, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, não teria vencido a eleição, mas ficado em terceiro lugar, com apenas 12% dos votos, e não 62% como foi divulgado.

O documento em questão foi apresentado como sendo do próprio Ministério do Interior do Irã.

Convidada pelo parlamentar Daniel Cohn-Bendit (co-presidente da aliança European Greens - European Free Alliance), Satrapi pediu à comunidade internacional que não reconheça a vitória de Ahmadinejad.

Satrapi e Makhmalbaf disseram que não é apenas uma fraude eleitoral, mas um golpe de estado, o que está acontecendo no Irã.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...