Translate

terça-feira, 9 de junho de 2009

"Estupidez da USP"

De Gilberto Dimenstein, na Folha:

Uma estupidez na USP

Um ponto me chamou a atenção na greve dos professores, funcionários e alunos da USP --e quase tem a ver com as reivindicações salariais. Uma das razões da paralisação é a oferta de vagas de cursos a distância, acusados de baixa qualidade. É uma maluquice elitista e retrógrada.

Com os avanços dos meios de comunicação, natural que se expandam os recursos não presenciais para oferecer ensino. Há evidências, em várias partes do mundo, de que os cursos a distância, se bem preparados, combinados com tutoria virtual e encontros presenciais, produz bons resultados. Aliás, alunos desse tipo de curso, no Brasil, têm demonstrado, nas avaliações, até melhor desempenho em relação aos alunos do sistema regular.

Estão investindo, em primeiro lugar, contra o avanço tecnológico --que já seria uma estupidez sem tamanho especialmente num ambiente universitário, que deveria sempre estar aberto à inovação.

Ataca-se um sistema que, além de aumentar o número de vagas, facilita a entrada na universidade dos mais pobres --outra estupidez de quem se diz preocupado com a inclusão social.

Obs.: Fiz até hoje quatro cursos não-presenciais: O que é globalização e Trabalho e Capitalismo foram cursos de extensão oferecidos pela UNESP, coordenados pelo prof. Giovanni Alves numa plataforma muito bem organizada. Fiz também um curso da FGV de Direitos Humanos. Mais recentemente, tive a primeira experiência via satélite (os demais foram pela internet) com curso preparatório para concursos.

Não apenas não me arrependo como recomendo. Todas as experiências foram cursos de grande relevância. Os dois primeiros foram inspiração para o tema da minha dissertação de mestrado. O terceiro influenciou minhas aulas na graduação. O quarto me ensinou ritmo de estudo para concursos públicos.

Não é admissível a professores temermos a inovação, a diferença, apenas por não estarmos acostumados a certas metodologias. A velocidade das mudanças nos atropela se ainda resistirmos a usar PowerPoint quando já se debate o uso de 3D e lousas interativas, expandem-se as vendas de netbooks a baixo custo e bem financiados, entre outras medidas. Logo, logo, teremos cursos oferecidos pelo celular e enquanto resmungamos contra eles muitos estarão se formando.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...