Translate

terça-feira, 17 de julho de 2007

Ainda sobre Lula e a abertura do PAN

De Gilberto Dimenstein, na Folha de São Paulo, hoje:

"O problema da vaia no Maracanã foi a falta de foco. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não merecia recebê-la sozinho.

O que merecia mesmo uma vaia (ainda muito maior do que a que deixou o presidente constrangido) é o desrespeito com o dinheiro público, esporte no qual somos campeões. Previa-se, inicialmente, gastar R$ 409 milhões nos jogos Pan-Americanos, que seriam bancados, diziam, em boa parte pela iniciativa privada. A conta saiu no final por R$ 3.7 bilhões. É daquelas situações que mostram como fazem o contribuinte um bando de tontos.

Simbolicamente, qualquer esfera de governo --federal, estadual e municipal-- envolvida nessa conta merecia a vaia, por estar, digamos, trapaceando ou, no mínimo, jogando pessimamente mal. Como o presidente participou dessa jogada, uma vez que o dinheiro saiu dos cofres federais, ele deveria mesmo ter levado uma vaia. Só que precisariam, na mesma medida, constranger os representantes dos governos estadual e municipal.

Deveriam aplicar uma vaia coletiva. Só fico imaginando quanto sairá o custo se a Copa do Mundo for aqui em 2014. "
(Sem querer ser estraga-prazeres, críticas de José Trajano e Juca Kfouri à organização do Pan na Caros Amigos podem ser lidas aqui).

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...